PDF

BAIXE O CONTO EM PDF clicando aqui
UM SUSPENSE BASEADO EM HISTÓRIAS REAIS.
"Seis crianças com nomes de artistas americanos. Desigualdades sociais. Um porção de inocência. O melhor biscoito recheado. Uma brincadeira de pique-esconde... e TERROR"

"De narrativa rápida e envolvente, logo me vi imersa na historia, ansiosa pela próxima linha. E com muita curiosidade. O conto muitas vezes me levou da tristeza profunda ao medo e a agonia." - Ler é Literário

"Poucas histórias me provocam inquietações e me remetem a pensamentos reflexivos como este conto." - Post Literal
"As crianças invisíveis do sinal vermelho" é uma leitura rápida e que toca em assuntos importantes, se tivesse algumas páginas a mais, certamente seria ainda mais impactante. - Blog Pétalas de Liberdade
"As crianças invisíveis do sinal VERMELHO" retrata a realidade de pais sem estrutura em uma realidade desequilibrada, onde as crianças são as maiores vítimas. - Blog Conchego das Letras




                                                BAIXE O CONTO EM PDF clicando aqui
Prepare-se para fortes emoções.
           O grande casarão ficava num terreno cerca das colinas, ao derredor encontrava-se a casa de farinha, senzala, currais, celeiros e o grande pátio, onde ficava o pelourinho – um tronco com corda utilizado para castigar os negros transgressores. 
Joaquim Bonifácio era símbolo de poder e prestígio entre os senhores de engenho. Sua importância social era avaliada pelo número de escravos que possuía, ao total: 64 negros e negras de idades variadas. Além de mão-de-obra, os escravos eram mercadorias, o que representava riqueza e que podiam ser vendidos, alugados ou leiloados em caso de necessidade.

Duas escravas em busca da liberdade, um grande amor e uma sinhá megera. 



EM BREVE




Comentários